Mais estacionamentos no metrô

Pagamento será com bilhete; CPTM abre vagas hoje

Daniel Gonzales, O Estadao de S.Paulo

17 de julho de 2008 | 00h00

A Companhia do Metropolitano de São Paulo (Metrô) adiantou ontem a lista de locais adjacentes a estações que ganharão estacionamentos para carros em um prazo de 12 a 15 meses. Essas vagas ficarão em terrenos nas Estações Marechal Deodoro, Brás, Vila Matilde, Tucuruvi, Tamanduateí, Imigrantes, Corinthians-Itaquera e Guaianases (operação conjunta com a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos). O Metrô ainda abriu negociações com a Prefeitura e estuda mais sete áreas municipais - incluindo vizinhanças das Estações Santa Cecília, Patriarca, Artur Alvim, Armênia e Jardim São Paulo - que também podem ganhar vagas. As Estações Corinthians-Itaquera e Imigrantes terão estacionamentos abertos até dezembro - o edital sai em até 30 dias. Hoje, ocorre a inauguração do primeiro estacionamento em área da CPTM, ao lado da Estação Jandira da Linha 8-Diamante (Júlio Prestes - Itapevi). Mais quatro estações - São Caetano, Guaianases, Jaraguá e Pitiruba - terão vagas em operação em até três meses, segundo o gerente da CPTM Renato Bellelis. A diferença entre os projetos está no fato de que os estacionamentos da companhia serão operados pela iniciativa privada. INTEGRAÇÃONa iniciativa do Metrô, chamada de "Metrô Fácil Estacionamento", o motorista poderá pagar a estadia do veículo com o bilhete único. O valor a ser desembolsado pelo motorista (ainda a ser determinado) dará direito a estacionamento e duas passagens (ida e volta), válidas por até 12 horas, em uma integração metrô-carro. "Se a pessoa ultrapassar as 12 horas, pagará R$ 1 por hora adicional", explicou o assistente da Gerência de Negócios do Metrô, Marcio Mazziero. "Vamos pesquisar os valores dos estacionamentos nos arredores para oferecer sempre uma tarifa mais atrativa."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.