Mais três tripulantes estão com hepatite A no Annapurna

Hoje, durante vistoria no navio russo, de bandeira liberiana, Annapurna técnicos da Anvisa e representantes da Agência de Navegação, responsável pelo cargueiro, encontraram mais três tripulantes suspeitos de estar com o vírus da Hepatite A, que atingiu 7 dos 21 homens embarcados entre eles o capitão. O navio permanece na barra desde o início da semana passada. Os tripulantes que saíram andando do navio queixavam-se de fortes dores abdominais . Eles seguiram para o Hospital SantaClara, da Sociedade Beneficência Portuguesa com o carro da Agência de Navegação e não por ambulância, onde vão ficarinternados e passar por exames.Segundo José Roberto Rosendo, representante da Agência Marítima, eles foram transferidos porque não passavam bem eprecisavam de acompanhamento médico e afirma que não estão debilitados. Rosendo informa, ainda, que a nova tripulação deve chegar amanhã. Eles vão substituir os cinco pacientes internados na cidade. Na inspeção a Anvisa constatou que a descontaminação realizada na quarta-feira foi eficiente e problemas com a mini-estação de esgoto e cloração da água foram sanados . Técnicos sanitários coletaram amostras da água de lastro e de consumo e alimentos para serem analisadas pelo Instituto Adolfo Lutz de Santos para identificação precisa de outras possíveis fontes de contaminação de Hepatite A no navio. O Annapurana ainda não tem data para deixar o País. Se os casos supeitos forem confirmados, segundo procedimentosanitário, o navio provavelmente passará por nova descontaminação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.