Mais um caso de febre amarela em MG

A Secretaria de Estado da Saúde confirmou neste domingo a 15ª morte com suspeita de febre amarela em Minas Gerais. Até o momento são 37 casos da doença registrados no Estado, sendo vinte e uma notificações ainda não confirmadas e 16 casos confirmados.Dos 15 óbitos, 10 já foram confirmados através de exames laboratoriais.De acordo com a assessoria de imprensa da Secretaria, um rapaz, de 20 anos, morador de Belo Horizonte, que faleceu no sábado, no Hospital Semper, na capital mineira, foi a última vítima do surto que assola o Estado. Ele passou o Carnaval em uma fazenda no município de Estrela do Indaiá, cidade que se localiza na região Centro-Oeste de Minas, onde se encontra o foco da febre amarela. Na última sexta-feira, um outro rapaz que esteve na cidade de Estrela do Indaiá no Carnaval, A.L.P., de 28 anos, morreu com suspeita da doença. Neste final de semana foi realizado um mutirão contra a febre amarela em Belo Horizonte e em outras 37 cidades da região metropolitana da capital mineira. Ao todo foram disponibilizados 511 postos de vacinação. A Diretoria Metropolitana de Saúde divulgará nesta segunda-feira o resultado da campanha de multivacinação. Segundo a Secretaria de Saúde, até o momento já foram distribuídas, em todo o Estado, cerca de três milhões de doses da vacina, sendo que 622.700 doses dirigidas à região Centro-Oeste. A assessoria de imprensa da Secretaria informou que existem ainda outras três milhões de doses da vacina em estoque. A vacina contra a febre amarela garante imunização por dez anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.