Mais um corpo de mulher encontrado em Tamandaré

Mais uma mulher foi encontrada estrangulada e com sinais de violência sexual em Almirante Tamandaré, na região metropolitana de Curitiba. Com a descoberta do corpo de Vanessa Ekert dos Santos, de 18 anos, já são 11 mulheres encontrada mortas nesse município, praticamente nas mesmas condições, nos últimos dois anos. A Câmara Municipal instaurou uma Comissão Parlamentar de Inquérito para ajudar a polícia nas investigações, mas não conseguiu avançar muito no trabalho. O delegado Rogério Haisi, no entanto, disse que já tem um "fio" para seguir. A jovem estava desaparecida desde domingo à noite, quando saiu com amigas para ir a um baile no distrito de Cachoeira, na divisa com Curitiba. Apesar da insistência das amigas, ela pegou carona na motocicleta de um rapaz desconhecido. O corpo foi encontrado somente no final da tarde de ontem no meio de uma plantação de milho, no distrito de Marmeleiro. Ela estava sem a blusa e com a parte de baixo das roupas na altura dos joelhos. "As características são semelhantes às de outros corpos", disse o delegado. Segundo ele, a diferença é que, nos casos em que foi possível fazer a necrópsia, verificou-se que as moças foram estranguladas pelas próprias mãos do matador. Desta vez, ele teria usado uma corda ou as vestes da vítima. No final de agosto, foi encontrado o corpo de outra jovem a cerca de um quilômetro do local onde estava o de Vanessa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.