Mais um é preso acusado de participar de chacina em Curitiba

Oito pessoas morreram e duas ficaram feridas; até agora, 7 pessoas foram presas na cidade acusados do crime

Evandro Fadel, O Estado de S.Paulo

10 de outubro de 2009 | 12h37

A polícia paranaense prendeu, no fim da tarde de sexta-feira, um adolescente de 16 anos, sob acusação de também ter participado da chacina que terminou com oito mortos e dois feridos, na noite do dia 2, na Vila Icaraí, em Curitiba. Agora, são sete os detidos em consequência desse crime. Uma pessoa ainda procurada.

 

Veja também:

link Guerra do tráfico causou chacina que deixou 8 mortos no PR  

 

De acordo com a polícia, o adolescente foi preso no mesmo bairro onde ocorreu a chacina e teria confessado participação como motorista de um dos carros. O delegado de Homicídios de Curitiba, Hamilton da Paz, disse, ainda, que Roger Fernando Bispo, de 20 anos, que tinha sido preso terça-feira, também acabou confessando no fim da tarde de sexta-feira. Até então seus depoimentos tinham muitas contradições.

 

Segundo a polícia, a chacina foi motivada pelo desejo de vingança, em razão de um dos integrantes da quadrilha ter sido morto naquele bairro. Foi atitude de moleques, classificou o secretário da Segurança Pública do Paraná, Luiz Fernando Delazari, em entrevista sexta-feira. A polícia acentuou que, dos sete detidos até agora, seis confessaram participação na chacina. O outro também faz parte da quadrilha e permanece preso, pois tinha mandado de prisão temporária e estava em liberdade condicional.

Tudo o que sabemos sobre:
chacinaCuritibaParanáviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.