Mais um morador de rua é assassinado em São Paulo

Mais um indigente foi morto nesta quinta-feira nas ruas de São Paulo. A Polícia Militar encontrou a vítima às 18h20, na Rua Teixeira Leite, no Glicério, região central, perto de um albergue. A principal hipótese é briga entre mendigos, mas o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) vai investigar possíveis ligações do caso com as chacinas ocorridas entre os dias 19 e 22, que deixaram seis mortos.A vítima, ainda não identificada, tinha lesões na cabeça e no rosto. O homem magro, de 1,65 metro, barba e bigode, vestia camiseta vermelha, bermuda cáqui e chinelo de dedo. Ele estava deitado de lado, no meio de uma poça de sangue. A alguns metros do corpo, havia um pedaço de madeira de 80 centímetros de comprimento, sujo de sangue, possível instrumento usado no crime. Três moradores de rua que estavam numa praça nas imediações foram ouvidos pela polícia. Nenhum deles forneceu informações sobre o caso aos policiais.O assassinato tem dois aspectos em comum com as chacinas: a vítima foi golpeada na cabeça e o crime aconteceu na região central. Mas nos casos anteriores investigados pelo DHPP a arma não foi encontrada e as execuções ocorreram de madrugada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.