Mais um preso encontrado morto na Detenção

Mais um preso morreu na Casa de Detenção de São Paulo. Condenado por tráfico de drogas, Moacir de Lacerda, de 36 anos, estava cumprindo pena no Pavilhão 6. Agentes penitenciários que hoje faziam uma ronda encontraram-no enforcado, às 15h40, na cela que ele dividia com outros cinco detentos. A direção do presídio não sabe se se trata de homicídio ou de suicídio. Não há testemunhas, pois os companheiros de cela disseram aos agentes que haviam deixado Lacerda só, enquanto foram tomar banho de sol. A perícia examinou o local e a polícia abriu inquérito.Essa é a sexta morte nesta semana na Detenção. Na terça-feira, o Primeiro Comando da Capital (PCC), facção criminosa que atua nas prisões paulistas, organizou a morte de cinco detentos, três deles suspeitos de terem delatado a existência de um túnel no Pavilhão 9, e dois outros por uma vingança ligada ao tráfico de drogas.Ontem, a direção da Detenção revistou os Pavilhões 8 e 9. Foram achadas 25 facas no Pavilhão 8 e outras oito no Pavilhão 9. Além disso, foram apreendidos 400 litros de maria louca, aguardente fabricada clandestinamente pelos detentos por meio da fermentação e destilação de arroz e restos de frutas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.