Mais um suspeito de violência contra menores é preso no MA

A Polícia do Maranhão prendeu nesta sexta-feira um suspeito de envolvimento com o assassinato de crianças em São Luís. Francisco Carlos da Silva, o Cajamba, é acusado de matar o garoto A. A.P, de 12 anos, em janeiro de 1992. O menino é uma das 22 vítimas do caso que no Maranhão ficou conhecido como "os meninos emasculados". As crianças, todos meninos entre 9 e 12 anos, foram atacadas nos últimos dez anos sempre em circunstâncias envolvendo o atentado violento ao pudor e, em sete casos, a extirpação dos órgãos sexuais. Dezenove crianças foram mortas.O delegado Rubens Sérgio Paulo Aguiar disse que, com este, 15 casos já foram esclarecidos. A polícia não acredita na tese de que os assassinatos foram cometidos por uma única pessoa ou tenham a mesma motivação. O Centro de Defesa da Criança Padre Marcos Passerine, uma organização não-governamental (ong) que trabalha com crianças, vem fazendo uma investigação paralela.A prisão temporária de Francisco Carlos da Silva foi decretada pelo juiz de São José de Ribamar, Grande São Luís, Marcelo Brandão, com base depoimentos de familiares do menino. Há evidências de que A. A. P. era usado por Francisco para roubar coco em terrenos de vizinhos e que ambos fumavam maconha.Nesta sexta-feira, Josenias Soares Cabral, o Jorge, e Cesar Almeida foram acareados com Isaac Rafael, um dos três jovens seguidores da seita Mundial que foram castrados por eles. Jorge e Cesar foram presos na quinta-feira e confessaram que castraram os rapazes por ordem do líder da seita Donato Brandão, o Pai Donato, e Nilton Porto Ribeiro, o Galinha, que ainda está foragido. Cada um receberia pelo serviço R$ 500. Rafael reconheceu os dois como seus castradores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.