Mais uma base da PM é alvo de atiradores na capital paulista

Desta vez, os criminosos investiram contra o posto da 6ª Companhia do 16º Batalhão da PM, localizado na esquina da Avenida Doutor Guilherme Dumont Villares com a Rua Marechal Hastimphilo de Moura, no Morumbi, zona sul da capital paulista. Foi o segundo ataque a uma base da PM em menos de 24 horas.Por volta da 0h15 desta quinta-feira, quatro homens, ocupando duas motos, passaram em frente à base e atiraram. Um dos tiros atingiu um soldado na altura do peito, mas o policial foi salvo pois usava colete balístico. Estilhaços de um dos vidros destruídos feriram o mesmo policial no rosto. Ele foi levado ao pronto-socorro do Hospital Albert Einstein. Por volta das 3h30 da madrugada de ontem, ocupantes de um Fiat Pálio Weekend, armados com metralhadora, atiraram contra a base da 1ª Companhia do 9º Batalhão, situada na altura do nº 2.100 da Avenida Braz Leme, na região de Santana, zona norte da capital paulista. Dois soldados estavam dentro da base no momento do ataque, mas não foram atingidos pelos disparos. Um deles também ficou ferido pelos estilhaços de vidro.Após o primeiro ataque, a Polícia Militar já havia colocado seus homens e suas bases em alerta. A polícias apura se esses ataques são uma reação do Primeiro Comando da Capital (PCC) em retaliação à Policia Militar, por causa dos recentes acontecimentos em Presidente Bernardes. Na segunda-feira, PMs frustraram o resgate de integrantes da facção que estão na penitenciária daquela cidade do interior paulista.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.