Mais uma pessoa desaparecida por causa das chuvas na Paraíba

Chuvas começaram na sexta-feira; um bebê morreu e uma criança está desaparecida

Marcela Gonsalves, estadão.com.br

19 Julho 2011 | 14h45

SÃO PAULO - Um rapaz, de 20 anos, está desaparecido em Ingá, município a cerca de 100 km de João Pessoa, capital da Paraíba. Segundo a Defesa Civil, a cidade foi bastante afetada pelas chuvas que atingem o estado desde a última sexta-feira e está ilhada pelas águas.

 

Na segunda-feira foi confirmada a morte de um bebê de dois meses na cidade de Puxinanã. A casa em que ele estava desabou por causa da chuva. Em Campina Grande, um garoto de dez anos segue desaparecido. Sua casa desmoronou parcialmente e ele e sua mãe foram arrastados pela enxurrada. Ela conseguiu se salvar, mas o menino ainda não foi encontrado. A mídia local divulgou nesta terça-feira, 19, que seu corpo teria sido localizado, mas o cadáver era, na verdade, de uma senhora que foi assassinada. Os bombeiros continuam realizando buscas na região.

 

Ontem o governo decretou situação de emergência em 28 cidades. Em Lagoa Seca, segundo a Defesa Civil de Campina Grande, 22 reservatórios de água foram destruídos, e a preocupação é que eles façam falta na época de seca. Em Puxinanã, três açudes romperam e contribuíram para alagar a periferia de Campina Grande.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.