Mais uma ponte interditada na Marginal em SP

Um acidente ocorrido na última sexta-feira fará com que o já conturbado trânsito na região da Ponte Atílio Fontana - antiga Ponte Anhangüera -, zona oeste da capital, se complique ainda mais durante os seis próximos meses. A Prefeitura pretende concluir nesse prazo as obras de recuperação estrutural da ponte, danificada após ser atingida por um caminhão com excesso de altura. "O choque foi provocado pelo choque de uma carreta-plataforma que transportava uma escavadeira e rompeu três das nove vigas de sustentação", comentou Carlos Nilo Segura, engenheiro da Secretaria de Infra-estrutura Urbana (Siurb). De acordo com Nilo, além de reparar os danos causados pela colisão, a Siurb irá providenciar a elevação da altura da ponte. "Vamos substituir as vigas antigas de 1,8 metro por outras mais modernas de 1,2 metro, ganhando cerca de 80 centímetros", avalia o engenheiro. A reforma custará cerca de R$ 2,5 milhões. Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), cerca de 9.500 veículos utilizam diariamente a Atílo Fontana. A ponte interliga a Rodovia Anhangüera ao bairro da Lapa, além de estabelecer o acesso dos bairros São Domingos, Perus, Anhangüera, Jaguaré e Pirituba à região central da cidade. Os motoristas que chegaram ontem de manhã à capital utilizando a Anhangüera enfrentaram congestionamento. A CET interditou desde sábado uma das faixas no sentido interior-capital e reverteu a direção de uma das faixas do sentido oposto, causando lentidão no trânsito também para quem seguia rumo ao interior. A secretária Thelma Regina Priollo foi uma das prejudicadas. Ela mora em Pirituba e demora normalmente 25 minutos para chegar ao trabalho, ao lado da Ponte Atílio Fontana. "Hoje perdi 15 minutos apenas para atravessar a ponte", disse ela. Mesmo drama enfrentou o técnico em informática Mauro Júlio, de 50 anos. "Moro em São Domingos e já pensei em vender minha casa por causa desse trânsito. Agora. com as obras, a coisa vai piorar ainda mais", lamentava. De acordo com a Siurb, as obras serão realizadas sempre no período entre 22h e 5h, visando não atrapalhar ainda mais o trânsito local. Nesses horários, permanecerão interditadas ainda duas faixas da via expressa da Marginal Tietê, no sentido Castelo Branco-Ayrton Senna.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.