Mais uma unidade da Febem enfrenta greve de funcionários

Funcionários da unidade Raposo Tavares da Fundação do Bem-Estar do Menor (Febem) paralisaram hoje suas atividades. Pela manhã, eles se concentraram no portão do complexo. Também continuam parados cerca de 85% dos funcionários do completo de Franco da Rocha, que iniciaram a greve ontem. Não há informação sobre o número de servidores parados. O sindicato dos funcionários da Febem afirma que a greve é por mais segurança no trabalho e que as paralisações vão continuar até que sejam tomadas providências.Ontem à noite, três funcionários da Febem-Tatuapé ficaram feridos em confronto com os adolescentes. A briga teria começado entre um menor e um monitor e, à noite, os garotos se reuniram para retomar a briga, gerando um conflito maior.

Agencia Estado,

29 de março de 2003 | 13h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.