Mais uma vez, Janene esconde local de votação

O deputado federal José Janene (PP-PR), o único dos 19 parlamentares acusados de participar do mensalão que ainda não foi julgado pelo Conselho de Ética da Câmara, manteve em sigilo, repetindo o procedimento do primeiro turno, o local e o horário em que irá votar. Janene, que reside em Londrina, conseguiu adiar seu julgamento diversas vezes amparado em atestados médicos, já que ele sofre de uma doença crônica do coração. Há quase um ano em licença médica, Janene se submeteu dez dias atrás a novo implante de células-tronco, na tentativa de regenerar os músculos do coração. O julgamento de Janene no Conselho de Ética ainda não tem data definida. Seu mandato termina em janeiro, já que ele não disputou a reeleição.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.