Mancha assusta banhistas na Ilha Porchat

Uma mancha marrom, de aproximadamente dois quilômetros de extensão, que surgiu na tarde desta sexta-feira nas proximidades da Ilha Porchat, em São Vicente, assustou os banhistas que se encontravam na Praia do Itararé, por causa do mau cheiro.De acordo com a Cetesb, trata-se de um fenômeno natural, provocado pela concentração de algas marinhas.O gerente da agência ambiental na Baixada Santista, César Eduardo Valente, descartou qualquer risco para os banhistas, garantindo que não há qualquer correlação da mancha com esgoto."Ela é decorrente da proliferação das algas, que se multiplicam com uma velocidade muito rápida, em razão do calor", afirmou, salientando que a coloração marrom é que provoca um aspecto feio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.