AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Manchas de poluição atingem praias no Rio

O sol que brilhou forte hoje, no Rio, foi ofuscado por um problema já crônico: a poluição das praias. Em pleno feriado, pontos turísticos como Ipanema e Leblon estavam impróprios para banho, bem como grandes trechos de Copacabana e da Barra da Tijuca. Em São Conrado, as línguas negras atrairam urubus. Mas, para o secretário estadual de Meio Ambiente, André Corrêa, a situação está melhor hoje do que há dois anos. Segundo ele, as obras para captação e tratamento de esgotos ainda dependem de licença da prefeitura. Apesar da justificativa, o secretário afirmou que a municipalidade não será obstáculo para que os trabalhos comecem na próxima semana. "Já licitamos as obras e vamos investir R$ 15 milhões para exterminar as línguas negras. Com ou sem licença", disse. Corrêa explicou que, com as obras, o esgoto que hoje é despejado ?in natura? será captado e tratado. Depois da mudança, as línguas negras poderão ocorrer, no máximo, uma vez a cada cinco anos. "Leblon e São Conrado são as praias mais poluídas do Rio há mais de 15 anos. Estamos enfrentando o problema", disse o secretário.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.