Mandato de vereador de Campos dos Goytacazes é cassado

Marcos Vieira Bacellar, do PTdoB, é acusado de desviar verba publicitária de companhia pública de iluminação

Solange Spigliatti, do estadao.com.br,

02 de março de 2010 | 08h52

O vereador de Campos dos Goytacazes, no Rio, Marcos Vieira Bacellar (PTdoB) teve seu mandato cassado nesta segunda-feira, 1, por captação e gastos ilícitos de recursos para fins eleitorais.

 

Marcos Bacellar, segundo o Ministério Público do Rio, é acusado de participar de um esquema montado para desviar verba publicitária da Campos Luz - Companhia Municipal de Iluminação Pública - em benefício próprio e de seu partido.

 

De acordo com a ação, o esquema de corrupção começou em 2007, quando Marcos Bacellar, como Presidente da Câmara Municipal de Campos dos Goytacazes, direcionou os trabalhos legislativos para a aprovação de Lei que autorizou o Prefeito Alexandre Marcos Mocaiber, seu aliado político, a criar o crédito especial de R$ 88,5 milhões no orçamento fiscal do Município.

 

Esse crédito ficou vinculado ao Gabinete do Executivo e ao Programa de Emendas Parlamentares, de forma a facilitar que cada vereador apresentasse emendas destinando verbas a outros órgãos públicos.

 

De acordo com o MP, Bacellar direcionou R$ 440 mil para a Campos Luz, que era presidida por seu amigo particular e presidente do PT do B, Sivaldo Abílio, e praticou uma série de irregularidades licitatórias.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.