Manhã de caos no trânsito de SP com greve do Metrô

O paulistano viveu mais uma manhã de caos no trânsito por causa do segundo dia da greve dos metroviários. Às 8h30, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), registrou 126 quilômetros de congestionamento, o recorde do ano para o horário. Caronas, táxis e ônibus fretados foram as saídas encontradas pelos passageiros para tentar chegar ao trabalho. Nem sempre, porém, a tentativa deu certo. A auxiliar de escritório Fabiana Costa Santos, de 24 anos, esperou duas horas por um táxi da empresa em que trabalha, na estação Tucuruvi do metrô, sem sucesso. Não fosse uma amiga que apareceu de carro no último momento, ela não teria conseguido chegar ao trabalho, na região central. "Essa greve é um completo absurdo. Não se pode prejudicar toda a cidade por exigências de uma só categoria."Atrasada a audiência com metroviários de SP no TST Greve do Metrô provoca recorde de congestionamentoMais um dia de congestionamentos em SPPaulistanos encaram segundo dia de greve do Metrô

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.