Maníaco "fura-bundas" mobiliza polícia em BH

As polícias Civil e Militar de Belo Horizonte estão procurando um maníaco acusado de atacar mulheres por trás, com um estilete, em ruas da região central da capital.O maníaco, apelidado pelos policiais de "fura-bundas", já teria feito pelo menos nove vítimas, todas com idades entre 18 e 25 anos e atendidas em hospitais da cidade com ferimentos leves, geralmente nas nádegas.As duas últimas foram atacadas nesta sexta-feira à tarde, nas proximidades da Praça Sete, no centro: uma secretária de 24 anos, que teve um corte superficial na região glútea, e uma despachante de 18 anos, ferida no braço. Ambas deram entrada no Pronto-Socorro do Hospital João XXIII, de onde foram liberadas depois de suturas, e pediram para não ser identificadas.De acordo com os médicos, elas se submeteram a exames para verificar eventual contaminação por hepatite ou aids, mas os resultados devem sair na próxima semana.Uma das mulheres que deu queixa na Polícia da ação do maníaco informou que ele é um homem alto, negro e magro. A Delegacia Seccional Central de Belo Horizonte deve divulgar um retrato falado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.