Manifestação de médicos prejudica trânsito em São Paulo

Uma manifestação promovida por médicos residentes interdita duas das quatro faixas da Avenida Doutor Enéas de Carvalho Aguiar, na região do Jardim Paulista, em São Paulo. De acordo com informações da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), o grupo, que está reunido desde as 14 horas, segue em direção ao prédio da Secretaria da Saúde. Não há detalhes sobre os motivos do protesto nem do total de participantes. O motorista que segue pela Avenida Doutor Enéas de Carvalho Aguiar encontra trânsito lento nas proximidades do protesto.Às 15 horas, a CET registrou 39 quilômetros de congestionamento, índice quatro quilômetros acima da média para o horário. O pior trecho está na Avenida Salim Farah Maluf, sentido Vila Prudente, onde o motorista diminui a velocidade por 4,5 quilômetros, desde o Viaduto Pires do Rio até a Avenida Professor Luiz Ignácio de Anhaia Mello. No corredor norte-sul, formado pelas avenidas Rubem Berta, 23 de Maio e Moreira Guimarães, sentido Aeroporto de Congonhas, há três quilômetros de lentidão desde a Praça da Bandeira até o Viaduto Santa Generosa. Também há problemas na Avenida Rebouças, sentido bairro, desde a Avenida Doutor Arnaldo até a Rua Capitão Antonio Rosa, cerca de 2,5 km. Pela pista local da Marginal do Tietê, sentido Lapa-Penha, há 2,5 km de lentidão entre as Pontes Atílio Fontana e Casa Verde.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.