Manifestação lembra 17 anos da chacina da Candelária

Em 1993, policiais militares assassinaram oito meninos, que dormiam próximo à igreja da Candelária, no Centro do Rio

Solange Spigliatti, do estadão.com.br

23 de julho de 2010 | 11h02

 

 

SÃO PAULO - Cerca de 1.200 pessoas se concentraram na manhã desta sexta-feira, 23, em frente à Igreja da Candelária, no Centro do Rio, para lembrar os 17 anos da Chacina da Candelária, dia em que policiais militares assassinaram oito meninos, que dormiam próximo à igreja.

 

mais imagens Veja a galeria de fotos da manifestação na Candelária

 

Por conta da manifestação, o sentido Candelária da Avenida Presidente Vargas ficou totalmente congestionado, segundo a CET/RJ. A caminhada estava prevista para iniciar por volta das 11h30.

 

Após o ato ecumênico, na Praça Pio X, que começou por volta das 11 horas, foi realizada uma missa pelas crianças e jovens que morreram. Manifestantes promovem ainda a Caminhada em Defesa da Vida, que este ano também assumiu os 20 Anos do Caso Acari como tema, e seguem para a Cinelândia, no Centro.

 

Texto atualizado às 16h30.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.