Manifestações fazem Dilma cancelar viagens à Bahia e ao Japão

Presidente avaliou que não é o momento de ficar afastada durante uma semana do País

Tânia Monteiro, O Estado de S. Paulo

20 de junho de 2013 | 15h40

BRASÍLIA - O clima de apreensão gerado pela onda de manifestações em todo o País levou a presidente Dilma Rousseff a cancelar a agenda de viagens dos próximos dias. Ela iria amanhã a Salvador, capital baiana, para lançar o Plano Safra para o Semiárido, e na semana que vem faria uma viagem ao Japão.

A presidente avaliou que a missão ao Japão seria muito longa e que não seria o momento de ela ficar afastada uma semana do País. Em relação a Salvador, o cancelamento foi acertado com o governo Jaques Wagner (PT). A viagem à capital baiana deverá ser feita na próxima semana.

Na terça-feira, 18, a presidente falou sobre os prostestos do dia anterior em várias cidades do País. O Brasil "acordou mais forte", disse Dilma.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
protestosDilma Rousseff

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.