Franklin de Freitas/AE
Franklin de Freitas/AE

Manifestantes fecham ruas em Curitiba contra o aumento das tarifas

Mobilização desta sexta-feira foi organizada durante todo o dia pelas redes sociais

Julio Cesar Lima - O Estado de S.Paulo,

14 de junho de 2013 | 22h22

CURITIBA - Um movimento pacífico com cerca de 600 pessoas, segundo a Polícia Militar do Paraná, ocupou no início da noite desta sexta-feira, 14, diversas ruas centrais de Curitiba (PR) em solidariedade aos manifestantes de São Paulo e do Rio de Janeiro que protestam contra os reajustes das tarifas de ônibus.

A mobilização foi organizada durante o dia pelas redes sociais. O protesto oficial na capital paranaense está previsto para ocorrer no dia 21. Na noite de quinta-feira (13), um reduzido grupo já havia se reunido no Centro da capital, mas por causa da violência policial contra os manifestantes em São Paulo, o movimento se fortaleceu em Curitiba como um ato de desagravo.

Segundo o estudante Bruce Pereira, a violência policial contra os protestos deve acabar. "Estamos solidários ao movimento de São Paulo, queremos o passe livre para os estudantes e somos contrários ao aumento da passagem", disse.

O advogado Diogo Zavadski afirmou que o protesto também era um conjunto de manifestações. "Estamos contra a PEC 37 e aos excessos de gastos com a Copa do Mundo", afirmou.

O coordenador da operação policial, capitão Aires, informou que a passeata foi pacífica. "O povo tem o direito de protestar, estamos apenas observando e controlando o trânsito, não registramos nenhum ato de vandalismo". Ele informou também que a polícia estava mobilizada caso houvesse a necessidade de reforços.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.