Marcelo Portela/Estadão
Marcelo Portela/Estadão

Manifestantes interditam a BR-381 por melhores condições da rodovia

Protesto acontece na data prevista para a visita da presidente Dilma

Marcelo Portela, O Estado de S. Paulo

12 Maio 2014 | 15h37

NOVA ERA - Moradores de Nova Era, no Vale do Aço mineiro, aproveitaram a visita da presidente Dilma Rousseff a Ipatinga prevista para a tarde desta segunda-feira, 12, para protestar contra as condições da BR-381. A presidente vai assinar ordem de serviço para o início de obras de duplicação da rodovia.

Desde o início da manhã, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), dezenas de manifestantes interditam os dois sentidos da estrada. No meio da tarde, de acordo com a polícia, o congestionamento chegava a cerca de dez quilômetros nos dois lados do protesto. Para fechar a rodovia, os manifestantes usaram pedaços de madeira e pneus queimados, além da carcaça de um caminhão que explodiu no local na noite de domingo.

A explosão causou danos em residências que ficam às margens da BR-381 na zona rural do municípios, principalmente a destruição de vidros, telhas e portas. De acordo com a Polícia Militar (PM), o fogo teve início no sistema de freios do caminhão, que transportava solventes. O motorista, que sofreu apenas ferimentos nas mãos, tentou apagar o fogo, mas não teve sucesso. O veículo explodiu quando as chamas atingiram o produto inflamável e os estilhaços alcançaram os imóveis próximos.

Apesar de ter se iniciado pela manhã, o protesto ainda ocorria durante a tarde, no mesmo horário previsto para a visita presidencial à região. Integrantes da PRF e da PM foram ao local negociar com os manifestantes para tentar liberar ao menos parte das pistas, mas, até o meio da tarde, o tráfego permanecia totalmente interditado nos dois sentidos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.