Mantida absolvição de policiais no caso do ônibus 174

A 8ª Câmara Criminal manteve a decisão do 4º Tribunal do Júri que absolveu os policiais militares Ricardo de Souza Soares, Flávio do Val Dias e Márcio de Araújo David da acusação de matar o seqüestrador do ônibus 174, Sandro do Nascimento, em 12 de junho de 2000. Os três desembargadores que votaram foram favoráveis à manutenção da sentença que saiu no dia 11 de dezembro de 2002. Segundo a defesa, Sandro do Nascimento provocou a própria morte ao se debater dentro do carro da PM onde estavam os policiais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.