Manutenção de tarifa é "bom-senso", diz Marta

A prefeita de São Paulo, Marta Suplicy (PT), afirmou que a cassação da liminar que suspendia o aumento da tarifa de ônibus foi um ato de ?bom-senso e justiça?: "Seria completamente irresponsável permitir esse caos que se criaria no transporte em São Paulo", disse. A prefeita disse que uma greve no transporte público poderia ocorrer, se a liminar continuasse valendo. "Se essa liminar permanecesse, teríamos na segunda-feira uma luta e guerra com as empresas de ônibus", afirmou. Segundo Marta, as pendências judiciais derrubariam cinco meses de discussão com os empresários do setor. "Foi uma dificil negociação para eliminar o subsídio. O acordo permitiu a possibilidade de renovação da frota e a melhoria na qualidade do transporte em São Paulo". Perguntada sobre uma possível medida judicial da CUT, no mesmo sentido, ela afirmou que não acreditava que isso pudesse acontecer. "Não faz sentido".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.