Máquinas caça-níqueis apreendidas são destruídas

Depois de autorização judicial, 218 máquinas caça-níqueis e centenas de componentes eletrônicos, bebidas, brinquedos, CDs, réplicas de armas, entre outros produtos, apreendidos em 2003 e que estavam depositados na Receita Federal, foram destruídos na hoje, no aterro sanitário de Ribeirão Preto.Uma máquina triturou todas as máquinas caça-níqueis em pouco tempo. Outros produtos foram incinerados. A Polícia Federal deu o suporte para a operação. "Se encontrarmos outras máquinas caça-níqueis, vamos apreendê-las, e o destino será esse mesmo", disse o delegado da PF, Lindinalvo Almeida Filho.Neste ano, a PF e outros órgãos polícias já apreenderam 280 máquinas caça-níqueis e videobingos em Ribeirão Preto e cidades próximas, além de outras 57 apreendidas em São Carlos e Araraquara e vizinhanças.

Agencia Estado,

14 de setembro de 2004 | 18h46

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.