Máquinas caça-níqueis são proibidas no Paraná

O governador do Paraná, Jaime Lerner (PFL), assinou hoje um decreto proibindo o funcionamento no Estado de máquinas eletrônicas ou equipamentos de apostas eletrônicas e eletromecânicas, conhecidas como "caça-níqueis". As estimativas são de que existam cerca de 20 mil dessas máquinas no Estado, espalhadas por lotéricas, bingos, bares e lanchonetes.Os comerciantes têm prazo de 30 dias para retirar as máquinas. Passado esse prazo, elas poderão ser apreendidas. No decreto, o governador determina que a polícia mantenha "permanente fiscalização" sobre os locais que possuem as máquinas, apreendendo-as ou fechando os estabelecimentos que operam exclusivamente com esse sistema.Lerner justificou que laudos do Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) e do Instituto de Criminalística mostraram que as máquinas podem ser facilmente adulteradas, "sob risco de prejudicar os usuários". O decreto também leva em conta decisão do Tribunal Regional Federal, em São Paulo, que suspendeu liminares e sentenças de liberação de máquinas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.