Maquinista acidentado no Rio é hospitalizado

O maquinista acidentado na estação Cardeal Arcoverde do metrô, em Copacabana, foi identificado como Luís Cláudio Souza Pacheco. Ele passa por uma bateria de exames na emergência do Hospital Miguel Couto, no Leblon, zona sul, e seu boletim médico deve ser divulgado ainda esta manhã. Pacheco foi a única vítima do acidente e ficou preso por duas horas nas ferragens. O trem que ele conduzia chocou-se contra um que estava parado. O acidente aconteceu às 5h55 e paralisou parte da Linha 1 do metrô. Ainda não há previsão para a normalização do sistema. Não havia passageiros nos trens.O secretário estadual de Transportes, Albuíno Azeredo afirmou que o trem conduzido por Luís Cláudio Souza Pacheco não teria respeitado a sinalização, chocando-se com uma composição que estava parada. "Estive no local, vi os trens danificados e, ao que tudo indica, o sinal foi ultrapassado", afirmou o secretário.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.