Marcas que seriam sangue são achadas no carro de Marcelo Silva

Manchas foram vistas próximas à grade dianteira e lateral traseira do veículo; ex-PM foi achado morto no Rio

da Redação, estadao.com.br

11 de dezembro de 2008 | 15h33

Manchas que seriam sangue na grande dianteira e na parte lateral traseira do carro de Marcelo Silva. Fotos: Fábio Motta/AE    SÃO PAULO - Ao menos duas marcas que parecem ser sangue foram encontradas no carro onde Marcelo Silva, o ex-marido da atriz Suzana Vieira, foi achado morto na manhã desta quinta-feira, 11, no Hotel Transamérica Flat, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio. Em depoimento, a namorada do ex-PM disse que ele havia consumido cocaína durante à noite.   Veja também: Suzana Vieira diz estar triste e chocada com a morte de ex   Silva morava no flat com a atual namorada, Fernanda Cunha, de 24 anos. O caso entre os dois provocou a separação entre Suzana Vieira e o ex-PM, em novembro deste ano. A informação de o corpo era de Silva foi confirmada pelo Corpo de Bombeiros.  Fernanda contou que Marcelo havia começado a consumir cocaína no Motel Salimar, onde o casal passou a noite, segundo informações do delegado adjunto do 16.º Distrito Policial da Barra da Tijuca, Rafael Willis.   Fernanda declarou que adormeceu em um determinado momento da noite e quando acordou ele já estaria consumindo cocaína e começado a ter alucinações. Contrariada, Fernanda pediu ao ex-PM para ir embora. No caminho para o Flat Transamérica ele consumiu mais cocaína.   Ao chegar à garagem do apart-hotel, Marcelo começou a dizer que estava sendo perseguido. Segundo Fernanda, ele corria entre os carros alegando que estava sendo perseguido e que via que pessoas atrás dele. Dois funcionários do flat tentaram acalmá-lo, que só parou de ter alucinações quando começou a passar mal e foi colocado no banco do carona de seu Pólo prata.   Marcos Porto/AgNews - 03/07/2008 Os bombeiros foram acionados e tentaram socorrer Silva, que não resistiu e morreu no local. Amigos do casal já estiveram no flat, mas não falaram com os jornalistas.   Marcelo tinha 38 anos e foi expulso da Polícia Militar após uma confusão em um motel do Rio de Janeiro. Este foi o primeiro escândalo envolvendo Marcelo, em dezembro de 2006, apenas dois meses após o casamento dele com a atriz. Os dois se conheceram no Carnaval de 2006, na escola de samba Grande Rio.   O romance de Marcelo com a nutricionista Fernanda teria começado há sete meses. No início do mês de novembro, a jovem goiana teria confessado, por telefone, o caso dos dois a Suzana. Marcelo, que ouvia a conversa escondido, perdeu a cabeça e começou a agredir Fernanda.   A jovem denunciou a agressão na Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) de Goiânia e no depoimento consta que ele teria ameaçado se matar pulando da janela do apartamento, mas foi impedido pelos seguranças que chegaram ao local por conta do barulho da briga.   (Com informações de Pedro Dantas, de O Estado de S. Paulo, e Solange Spigliatti, do estadao.com.br)

Tudo o que sabemos sobre:
Suzana VieiraMarcelo Silva

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.