Marco Maia recebe apoio oficial do PC do B e do PR

A bancada do PC do B na Câmara decidiu apoiar o petista Marco Maia (RS) para a presidência da Casa e afastou a eventual candidatura de Aldo Rebelo como alternativa para a disputa. Sem Aldo, a situação de Maia se torna extremamente favorável.

, O Estado de S.Paulo

15 de janeiro de 2011 | 00h00

Na próxima semana, além do compromisso formal do PC do B, em reunião marcada para quarta-feira, Maia receberá a manifestação da bancada do PR em um jantar oferecido pelo ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento, presidente do partido. A formalização do apoio do PR diminui as possibilidades de o líder da bancada, Sandro Mabel (GO), levar adiante a intenção de se lançar candidato ao comando da Câmara.

Nas últimas semanas, o governo atuou para dar respaldo ao petista com a entrada dos ministros na campanha. O próximo passo será esvaziar a eventual candidatura do deputado Júlio Delgado (PSB-MG), outro nome que se lançou como alternativa na disputa. Maia fará reunião com os governadores do PSB Cid Gomes (Ceará) e Eduardo Campos (Pernambuco), na segunda-feira, durante viagem aos dois Estados.

Com a crise controlada, pelo menos por enquanto, e com as nomeações do segundo escalão suspensas pela presidente Dilma Rousseff até a eleição da Mesa, a situação ficou mais confortável para Marco Maia.

O petista já conta com o apoio do PSDB e do DEM, partidos de oposição, do PP, além do PMDB e de sua bancada. O comando da campanha de Maia tem buscado apoio prometendo respeitar a distribuição de cargos na Mesa Diretora e presidências de comissão entre os partidos de acordo com o tamanho das bancadas eleitas em outubro passado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.