Marginais fortemente armados ferem PMs em tiroteio

A partir de uma denúncia anônima de que homens fortemente armados estavam intimidando moradores da Favela Heliotrópio, no Jardim Rochedale, em Osasco, Grande São Paulo, oito guarnições da 2ª Cia do 14º BPMM seguiram para lá. O comboio policial foi recebido, às 22h30, por disparos de fuzis de calibre 556, 762 e 2.28, além de tiros de pistolas 7.56 e 380, conforme se constatou pelas cápsulas deflagradas, que foram coletadas. Dois soldados foram baleados, um cabo e um soldado tiveram chamuscamento de pólvora na face e nos olhos e um tenente foi atingido nas pernas por estilhaços de chumbo.A região transformou-se numa verdadeira praça de guerra com reforço policial do 4º BPMM (Lapa), do 16º BPMM (Rio Pequeno), do 20º BPMM (Barueri), do 33º BPMM (Carapicuiba) e da Rota. Parte dos atiradores fugiram num auto Monza verde roubado na Rua Brilhante, no Jardim Mutinga e abandonado, por volta de 3h00, na Av. Onix, na divisa do Jardim Rochedale com o Jardim Airosa. Seus ocupantes não foram localizados. A polícia deteve três suspeitos: Sérgio Andrade, de 23 anos, conhecido por "B.A.", com passagens por roubo; uma jovem, sem documentos, que afirmou ter 16 anos, apesar de aparentar, pelo menos três anos mais; e um rapaz que foi liberado, em seguida, por não ser reconhecido como um dos atiradores.Os soldados Eloi e Carvalho, baleados, foram socorridos ao PS do Jardim Rochedale e removidos ao Hospital da Polícia Militar, onde ficaram em observação. O tenente Isaias Pires, que teve as pernas atingidas por estilhaços de projéteis foi medicado e dispensado, mas voltou ao PS com fortes dores. Os dois policiais que tiveram chamuscamento na face também passaram pelo pronto-socorro local.Num barraco da favela, que deveria ser o esconderijo principal dos marginais, havia três rádios HTs, com os respectivos carregadores, seis aparelhos celulares, com três carregadores, três telefones convencionais e três aparelhos de fax, um carregador de fuzil e um de pistola 380. Havia ainda farta munição para fuzis 82.7, 556 e 762, para metralhadora 9mm e para pistolas 7.65 e 380. Havia uma quantidade de maconha e de pedras de crack, com o cachimbo próprio para consumo dessa droga. Foi também apreendido um par de algemas.Foi instaurado inquérito na Delegacia Seccional de Osasco e a jovem detida será submetida a processo de "legitimação" para se apurado se é mesmo quem afirma ser e se tem a idade declinada. Para os policias não há dúvida sobre sua participação e a de "B.A.", que foi detido em um barraco, onde também hsvia um revólver de calibre 38.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.