Marginal do Pinheiros tem lentidão após atropelamento

O motorista enfrentava trânsito lento na manhã desta quinta-feira, 19, em São Paulo. De acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), às 8h30 havia 81 quilômetros de lentidão, índice um pouco acima da média para o horário que é de 76 quilômetros. O principal ponto de congestionamento foi verificado na Marginal do Pinheiros, no sentido Interlagos, da Rodovia Castello Branco até a Ponte Cidade Universitária. Segundo a CET, a lentidão se estendia por 5,5 quilômetros. Um dos motivos que causava congestionamento no local era o atropelamento de um motoqueiro, que acabou morrendo, na altura da Ponte Ary Torres. Por volta das 8 horas, ele foi atropelado por um caminhão e por conta da interdição da faixa, havia lentidão no local. O motorista também encontrava congestionamento de 4 quilômetros no Corredor Norte-Sul, sentido Santana, do Viaduto João Julião da Costa Aguiar até o Viaduto General Marcondes Salgado. A Marginal do Tietê, sentido Rodovia Castello Branco, nas pistas expressa e local, tem lentidão de 3,8 quilômetros. Segundo a CET, o congestionamento começava na Rua da Coroa e ia até a Ponte da Casa Verde. Acidentes No começo da manhã, um microônibus que fazia a linha 2723 (União de Vila Nova/Metrô Itaquera) tombou na Avenida Doutor Custódio de Lima, no acesso à Avenida Jacu Pêssego, na zona leste da capital. Com isso, a avenida ficou interditada entre às 5h10 e 6h50, causando lentidão na região. Também na zona leste, um pedestre foi atropelado por um veículo na Avenida Celso Garcia, no Tatuapé. Segundo a CET, duas faixas ficaram interditadas, causando lentidão no local. Texto ampliado às 9h11 para acréscimo de informações.

Agencia Estado,

19 Abril 2007 | 08h55

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.