Marginal mata PM e rouba arma

À paisana, o policial militar Jorge Miller deOliveira, de 29 anos, deu voz de prisão a uma rapaz armado, no estacionamento de um supermercado, na esquina da Av. Oratóriocom a Rua Caetano Fiorese, na Vila Prudente, Zona Leste de São Paulo. O suspeito reagiu e disparou contra ele. Depois, apanhou sua arma e fugiu. Outros comparsas que estavam juntos também empreenderam fuga.O crime foi presenciado por uma auxiliar de enfermagem que saia do supermercado no momento do crime. Ela não sabe se o policial fazia a segurança do estabelecimento e suspeitou que o marginal fosse praticar um assalto ali, ou se apenas tomou a iniciativa de dar-lhe voz de prisão por perceber que estava armado.Para os policiais do 70º DP ? Sapopemba, onde foi registrado o latrocínio, o depoimento da auxiliar de enfermagem, cujo nome é mantido em sigilo, é fundamental, principalmente por ter sidoela a única pessoa a avistar o atirador.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.