Marido que esquartejou a mulher se entrega em Limeira

Hélio Marcos Rocha dos Santos, de 36 anos, se apresentou ontem à noite à Policia Militar de Limeira para confessar o assassinato da mulher, Nilza Maria Nunes de Oliveira de 38 anos. O crime aconteceu no apartamento onde o casal morou, na Avenida São João, em São Paulo, há uma semana. Depois de matar a mulher, Santos a esquartejou e colocou os pedaços em baldes e caixas de isopor espalhados pelo apartamento. Segundo a Polícia Civil de Limeira, Santos foi levado hoje pela de manhã para São Paulo. Segundo a Polícia Militar de Limeira, o rapaz se apresentou por volta das 21 horas a um policial na base comunitária do Jardim Ibirapuera e confessou o crime. O policial o encaminhou à Delegacia Seccional de Limeira, onde Santos depôs e contou a história friamente, com detalhes. De acordo com a PM, o acusado disse que não aceitava a separação e procurou a mulher para conversar. Eles discutiram e ele a agrediu com uma chave de fenda. Nilza desmaiou. Santos usou uma faca para esquartejar o corpo começando pela cabeça , conforme depoimento que deu à policia. O acusado disse que estava em Limeira na casa de parentes. O casal, informou a Polícia Civil, tem uma filha de quatro anos que também estava em Limeira, na casa de uma amiga de Santos. O corpo de Nilza foi descoberto ontem em São Paulo antes de o acusado confessar o assassinato.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.