Marina acredita que será 'desvio' no segundo turno

Confiante, a candidata do PV, Marina Silva, disse ontem acreditar que vai ao segundo turno. "No primeiro, a gente vota no candidato do coração. No segundo, se desvia do pior. Vou ser o desvio para que as pessoas se livrem do pior", afirmou, reagindo aos 9% de intenções de voto da pesquisa CNI/Ibope. "As pessoas não querem ver que nós estamos progressivamente avançando."

Eduardo Kattah, O Estado de S.Paulo

25 de junho de 2010 | 00h00

Marina repetiu que sua candidatura já revogou a estratégia do presidente Lula de impor uma disputa plebiscitária entre PT e PSDB. "Já furamos o plebiscito."

Ela esteve ontem na convenção que oficializou a candidatura do deputado José Fernando Aparecido (PV) ao governo de Minas. Depois, acompanhada de cerca de 100 apoiadores, participou de uma caminhada pelo centro de Belo Horizonte.

O vice-presidente do PV, Alfredo Sirkis, prometeu enquadrar os dissidentes mineiros, já que maior parte da bancada estadual e boa parte da federal não aderiram à campanha de José Fernando e prometem apoio ao pré-candidato tucano, o governador Antonio Anastasia. /

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.