Marina busca 'multiplicar' imagem em mídias regionais

Senadora fará viagens pelo interior paulista, região Sul e Nordeste e buscará espaço em rádios e TVs locais

Roberto Almeida, O Estado de S.Paulo

14 de abril de 2010 | 00h00

Em busca de difundir suas propostas em mídias regionais e se tornar mais conhecida do eleitorado, a senadora e pré-candidata do PV à Presidência, Marina Silva, terá pela frente farta agenda de pré-campanha para "multiplicar" sua imagem no interior paulista, em Mato Grosso do Sul e nas regiões Sul e Nordeste.  

 

Veja também:

https://www.estadao.com.br/estadao/novo/img/icones/mais_azul.gif Heloísa Helena volta defender apoio à candidatura de Marina

Até o fim desta semana, Marina passa por Sorocaba, Araçatuba, Três Lagoas (MS) e Presidente Prudente. Entre palestras e almoços com empresários, ela deverá atender aos meios de comunicação locais, especialmente emissoras de rádio e TV.

Para o fim do mês, com o mesmo intuito, a senadora vai ao Rio Grande do Sul, a Santa Catarina e ao Paraná, onde o partido acaba de garantir palanques. Em seguida, viajará para o Rio Grande do Norte, Estado em que o PV estuda uma aliança com o DEM - o que não agradou a setores do partido.

Exposição. O comando de campanha de Marina continua preocupado com a exposição da pré-candidata, e procura suprir a falta de tempo de TV na propaganda eleitoral gratuita. As últimas inserções do PV até o início da campanha, gravadas pelo cineasta Fernando Meirelles, foram veiculadas na semana passada.

Além disso, Marina passa todas as terças e quartas-feiras em Brasília, cumprindo sua agenda de senadora, o que impede uma "maratona" contínua de eventos partidários.

Para o coordenador da campanha verde, Alfredo Sirkis, há ainda "grandes conflitos de agenda" para superar. "A tendência do pessoal do partido é botar Marina embaixo do braço e mostrar para os eleitores. Mas o momento não é de somar, e sim de multiplicar", observou Sirkis.

Dia da Terra. Entre idas e vindas pelo País, Marina tem pela frente pelo menos uma viagem internacional. Ela estará em Washington, nos EUA, no dia 25 de abril e discursará no Dia da Terra, homenagem às 50 personalidades que podem salvar o planeta, segundo o jornal britânico The Guardian. Uma viagem à Europa, para um congresso em Viena, está sendo estudada pela campanha.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.