Marinha cede helicópteros para resgate de vítimas das chuvas no Rio

Ajuda poderá ser ampliada, inclusive com o envio de pessoal, se houver um pedido do governo fluminense e autorização do Ministério da Defesa

Agência Brasil,

12 de janeiro de 2011 | 17h26

RIO - O Comando do 1º Distrito Naval da Marinha informou, por meio de nota, que disponibilizou dois helicópteros para ajudar no trabalho de resgate das vítimas da forte chuva que atingiu a região serrana do Rio na madrugada desta terça-feira, 12. O pedido de ajuda foi feito pelo governador fluminense, Sérgio Cabral.

 

Segundo a Marinha, serão emprestados um helicóptero de grande porte e outro menor, da Força Aeronaval, para transportar pessoal e equipamentos do Corpo de Bombeiros.

 

O chefe do Estado Maior do Comando do Primeiro Distrito Naval, contra-almirante Nilo Moacyr Penha Ribeiro, disse que a ajuda poderá ser ampliada, inclusive com o envio de pessoal, se houver um pedido do governo fluminense.

 

"Qualquer outro tipo de apoio adicional que o governo do estado necessite, ele deve solicitar ao Comando da Marinha. E, logo após a autorização do Ministério da Defesa, a Marinha vai estar pronta para apoiar na disponibilidade em que tiver os equipamentos e pessoal solicitados".

 

O helicóptero de grande porte emprestado pela Marinha ao governo fluminense, conhecido como Super Puma, tem capacidade para transportar até 19 passageiros, além dos quatro tripulantes e 4,5 toneladas de carga. A capacidade da aeronave de pequeno porte é para transporte de até três passageiros, além dos três tripulantes e até 500 quilos de carga.

 

De acordo com Ribeiro, a Marinha pode ceder mais helicópteros "desde que o governo do estado solicite e o Ministério da Defesa autorize".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.