Marinha começa reabertura do Porto de Itajaí, em SC

Terminal, que teve tráfego interrompido há duas semanas por conta das chuvas, será reaberto gradualmente

Fabiana Marchezi, estadao.com.br

05 de dezembro de 2008 | 20h59

A Marinha iniciou, na manhã desta sexta-feira, 5, a abertura gradual do Porto de Itajaí e do Terminal Portonave, em Santa Catarina. De acordo com o Ministério da Defesa, foram reativadas linhas regulares de navios com portes reduzidos. O tráfego de embarcações estava paralisado desde o início das chuvas no Estado. Há duas semanas tropas e equipamentos das Forças Armadas auxiliam no socorro à população da região. A força-tarefa já conta com 1.551 militares da Aeronáutica, Exército e Marinha.   Veja também: Região de Blumenau tem 1.944 imóveis sem luz Reconstrução de casas deve custar R$ 45 mi Número de mortos sobe para 120 Entulho em Itajaí deve ser recolhido em 15 dias Saiba como ajudar as vítimas das chuvas Clientes de SC são liberados de multa por atraso IML divulga lista de vítimas identificadas Repórteres relatam deslizamento em Ilhota  Mulher fala da perda de parentes em SC Tragédia em Santa Catarina  Blog: envie seu relato sobre as chuvas  Veja galeria de fotos dos estragos em SC   Tudo sobre as vítimas das chuvas       Ainda segundo o ministério, o reinício do movimento no Rio Itajaí-Açu decorre do estudo de profundidade, com a ajuda de mergulhadores, realizado pela Marinha ao longo do canal navegável. Este trabalho permitiu a identificação do material depositado no fundo do rio e delimitou as áreas comprometidas à navegação, viabilizando a entrada de navios com segurança.    O Exército também auxilia na reabertura de linhas de comunicação de Santa Catarina, com a desobstrução de estradas e conserto de duas pontes em Blumenau. A Força emprega 1228 militares nos municípios de Florianópolis, Blumenau, Joinville, Camboriú, Tubarão, Itajaí, Brusque, Criciúma e Itapoá. O Exército dispõe ainda de quatro viaturas blindadas anfíbias e ambulâncias para o transporte de pessoas na região.   Os militares das três Forças realizam o transporte de alimentos e roupas, assistência médica e odontológica, reconhecimento aéreo e resgate de pessoas isoladas ou atingidas por desabamentos. No total, 11 helicópteros, sete aviões e 69 viaturas, pertencentes ao Exército, Marinha e Aeronáutica levam suprimentos e transportam pessoas.   A principal atividade da Aeronáutica tem sido o transporte de remédios, água e alimentos, em aviões, para Santa Catarina, e a distribuição local, em helicópteros, do material para os pontos de concentração de desabrigados. A Aeronáutica também fortaleceu o atendimento médico local com a instalação de um Hospital de Campanha que já atendeu 354 atendimentos desde segunda-feira. Um navio patrulha da Marinha também leva atendimento médico à população de Itajaí.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.