Marinha e PF vão ajuda a ocupar Santa Teresa e São João, no Rio

Morros no centro e zona norte carioca vão ser ocupados para instalação de novas UPPs

Pedro Dantas, O Estado de S.Paulo

04 de fevereiro de 2011 | 13h19

RIO - O Governo do Rio contará com o aparato militar da Marinha e a participação do Comando de Operações Táticas (COT) da Polícia Federal para a ocupação das favelas de Santa Teresa, na região central do Rio, e do Complexo do São Carlos, no Estácio, na zona norte.

 

A ação acontecerá até domingo, conforme anunciou o governador Sérgio Cabral Filho. A operação deve seguir os moldes da ação policial-militar no Complexo do Alemão e no Complexo da Penha, em novembro do ano passado.

 

As favelas que serão ocupadas em Santa Teresa estão localizadas nos morros dos Prazeres, Fallet, Escondidinho e Fogueteiro, que também possui acessos aos bairros do Rio Comprido e Catumbi.

 

No Complexo de São Carlos, as favelas do Querosene, Zinco, São Carlos e Mineira também serão ocupadas, além do Morro da Coroa, que fica no Catumbi. Pela extensão da área, a previsão é que quatro UPPs sejam distribuídas pelas favelas com um efetivo total de pelo menos 700 homens.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.