Marinha investiga a causa de acidente entre barcos no Rio

A Capitania dos Portos abriu inquérito para investigar o acidente envolvendo duas embarcações, um aerobarco e uma chata, que feriu pelo menos 30 pessoas na noite de terça-feira, 18, na Baía da Guanabara, por volta das 19 horas. O órgão da Marinha vai investigar se a chata estava mesmo com as luzes apagadas, conforme alegou a Transtur, empresa que explora as linhas do aerobarco. A maioria das vítimas sofreu ferimentos leves ou fraturas sem muita gravidade e foram liberadas após terem sido socorridas pelo Corpo de Bombeiros. Três passageiras ainda permanecem internadas em hospitais de Niterói, uma delas com fraturas na face.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.