Marronzinhos prometem dia sem multas em São Paulo

Os agentes de fiscalização da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), conhecidos como marronzinhos, iniciaram na manhã desta segunda-feira, 24, a Operação Multa Zero. Os funcionários, que prometem repetir o movimento nos dias 1º e 9 de agosto, reivindicam aumento salarial de 7%, mais reajuste de vale-alimentação e vale-refeição. A idéia é sensibilizar a CET que planeja elevar a carga horária para de 6 para 8 horas diárias, diminuir o adicional das férias de 50% para 30% (como prevê a legislação trabalhista) e reduzir de 42% para 25% o adicional noturno. De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores do Trânsito Urbano, o Sindviários, a maioria dos agentes se concentrou na Avenida Rebouças, na manhã de hoje, onde foi inaugurada a Faixa Cidadã, trecho exclusivo para motociclistas com a presença do presidente da CET, Roberto Scaringela.Os marronzinhos, de acordo com o sindicato, só multarão as faltas mais graves, como passar pelo farol vermelho, alta velocidade ou estacionamento em local proibido. As demais infrações, como falar ao celular na direção do veículo ou andar sem cinto de segurança, não serão anotadas pelos agentes.A intenção da categoria é reduzir em até 85% o número de autuações diárias, que hoje está entre 10 e 12 mil na capital. O sindicato ainda não tem um balanço da movimentação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.