Marta assume três empresas de ônibus

A partir desta segunda-feira, as frotasde ônibus das empresas Santa Bárbara, Parelheiros e São Judaspassam ao controle da Prefeitura de São Paulo. Depois dedeterminar a rescisão dos contratos com o Grupo Nichini, porcausa da constatação de um desvio de cerca de R$ 125 mil emapenas 30 dias, a administração municipal procura uma novaempresa para administrar a frota.Enquanto isso, requisitou os900 veículos das empresas e manteve os 4.300 empregados, entremotoristas, colaboradores, funcionários do setor administrativoe outros.De acordo com o secretário municipal dos Transportes,Carlos Zaratini, a previsão é de que uma contratação seja feitaainda esta semana. "Mas antes iremos fazer uma avaliação dascondições de trabalho da nova empresa que vai atuar com essafrota", afirma.A rescisão desses contratos foi determinadapela prefeita Marta Suplicy (PT) com base nos resultados de umaauditoria.Terminou neste domingo a greve na Viação CidadeTiradentes. Os 1.200 funcionários paralisaram as atividades naquarta-feira, pelo não-pagamento de vales-refeição e de horasextras.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.