Marta critica excesso de CPIs na cidade

A prefeita Marta Suplicy (PT) disse achar as Comissões Parlamentares de Inquérito (CPIs) aprovadas na terça-feira pela Câmara Municipal "necessárias, mas não nesse momento". "Às vezes, as CPIs tumultuam tanto que projetos importantes para a cidade acabam empacados", criticou Marta. "Ultimamente tenho assinado só nome de rua", disse. Ao saber que quatro novas comissões foram criadas, a prefeita exclamou: "Fiquei pasma!"Entre os projetos que Marta deseja ver aprovados até o fim do ano estão o Plano Diretor - que o secretário municipal do Planejamento, Jorge Wilheim, já entregou à prefeita - e as emendas à Lei Orgânica do Município. "A população quer ver essas questões resolvidas", acredita.A prefeita não gostou de saber que o projeto federal que autoriza a criação de taxas para serviços públicos foi batizado de "imposto Marta Suplicy", segundo definição do deputado José Carlos Aleluia (PFL-BA). Pelo texto da emenda constitucional, os municípios poderão cobrar contribuições para pavimentação e manutenção de ruas, iluminação pública e limpeza urbana. Entretanto, Marta não se mostrou contrária à proposta. "O imposto veio do presidente da República. É bem-vindo, mas isso não está sendo proposto por nós", disse a prefeita.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.