Marta culpa Estado e União por enchentes

A prefeita de São Paulo, Marta Suplicy (PT), voltou a responsabilizar os governos estadual e federal pelas enchentes na cidade, como a que ocorreu no fim da tarde de ontem. Ela disse que ficou horrorizada com as imagens das inundações. "Esta responsabilidade, não assumo sozinha. Ela está com o governo estadual e com o presidente da República", disse. Marta cobrou do governo do Estado a construção de piscinões no município e o rebaixamento da calha do Rio Tietê. Do presidente Fernando Henrique Cardoso, ela quer a renegociação da dívida municipal. A prefeita se comprometeu, se tiver sucesso nas negociações federais, em destinar R$ 40 milhões mensais para obras de infra-estrutura e combate às enchentes em São Paulo. "Esse dinheiro, todinho, pode ir para cuidar da cidade. O que a prefeitura pode fazer, já faz." Atualmente, o município paga R$ 80 milhões por mês ao governo federal. Ela quer pagar metade desse valor. Marta falou, hoje de manhã, durante o lançamento do Programa Plantas On Line, no Palácio das Indústrias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.