Marta decreta luto de 3 dias pela morte de moradores de rua

A prefeita de São Paulo, Marta Suplicy, decretou luto oficial de três dias pela morte dos seis moradores de rua espancados no Centro da cidade. O luto foi anunciado hoje à tarde, em ato ecumênico na Praça da Sé. Ao todo, 16 moradores de rua foram espancado por ataques em série na última semana. O presidente da Comissão Nacional de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Edísio Simões Souto, disse que os ataques mostram intolerância da sociedade em relação aos excluídos.O advogado esclareceu que a Comissão de Direitos Humanos não vai fazer investigações paralelas, mas disse que vai pedir à seccional de São Paulo que acompanhe as apurações policiais. "Mas estamos abertos para colaborar se formos requisitados", afirmou Souto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.