Marta defende mais investimentos da Sabesp na cidade de SP

A prefeita de São Paulo, Marta Suplicy (PT), afirmou hoje que a administração municipal vem mantendo conversas com a Sabesp no que se refere ao projeto de lei da Prefeitura paulistana, que prevê a concessão municipal dos serviços de água e esgoto, com base na Lei Orgânica dos Municípios. Pelo projeto, já aprovado em primeira votação na Câmara - a segunda votação deve ocorrer no mês que vem -, a empresa prestadora de serviços, no caso a Sabesp, terá de ter um contrato com o município para operar esses serviços na capital. "As conversas continuam. A situação está no mesmo pé em que estava antes", afirmou ela. Marta reiterou que o interesse da Prefeitura é que a cidade tenha participação nas decisões de investimento da Sabesp. "Quem mais arrecada para a Sabesp é a capital, e o mínimo é investido aqui porque as obras são feitas no interior", afirmou ela. A prefeita ressaltou que a administração municipal não pensa em "concessão onerosa para a Sabesp".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.