Marta diz que processará vereador tucano por acusações

A prefeita de São Paulo, Marta Suplicy (PT) disse hoje que vai processar o vereador Gilberto Natalini (PSDB) pelas acusações feitas esta semana contra a Prefeitura sobre possível superfaturamento na compra de kits de uniformes escolares. "Ele (Gilberto Natalini) é um delinqüente. Eu nunca vi uma pessoa gostar tanto de fazer denúncias falsas como ele. Eu vou processá-lo. Será a primeira coisa que farei no expediente de amanhã", afirmou.O vereador disse na sexta-feira que pretende pedir abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar as licitações e contratos de compra dos kits de material escolar pelo município. Segundo o vereador, as notas das mercadorias apresentadas às escolas, no ato da entrega do material, demonstram que o governo pagou pelos kits preços mais altos que os cobrados por escolas particulares.Em relação á visita feita na sexta-feira a Brasília, a prefeita disse que a conversa com os ministros foi positiva e que na verdade o objetivo maior foi apressar a liberação do dinheiro do BNDES, que já estava previsto. Já a verba para o combate às enchentes na cidade, segundo ela, precisa sair logo, pois a Prefeitura não poderá prosseguir com as obras sem o dinheiro. "Gastamos R$ 90 milhões que não tínhamos e esse dinheiro ainda não saiu. Não podemos gastar mais.?Marta participou hoje da inauguração de mais dois Telecentros na cidade, em Pirituba e no Butantã. Com essas inaugurações, a cidade passa a ter 40 unidades de telecentro. Mas a prefeita prometeu que até o final de março a cidade terá 107 unidades. O investimento total será de R$ 2 milhões em equipamentos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.