Marta espera aprovação de Plano Diretor nos próximos dias

A prefeita de São Paulo, Marta Suplicy (PT), afirmou nesta quarta-feira que espera ver aprovado nos próximos dias o Plano Diretor. Para ela, o calendário eleitoral não vai atrapalhar a tramitação do projeto na Câmara Municipal.De acordo com a prefeita, em uma reunião na terça-feira com o secretário de Planejamento Urbano, Jorge Wilheim, e o vereador Nabil Bonduki (PT) ficou decidido que não serão mais aceitas emendas ao projeto. "Não tem por que os vereadores não votarem. O PSDB, por exemplo, teve emendas incluídas na proposta", afirmou. "Acho que vamos ter uma grande maioria para aprovar o Plano Diretor."As declarações foram feitas durante entrega de uniformes na escola municipal de ensino fundamental Teodomiro Toledo Piza, no Grajaú, na zona sul, em companhia da secretária de Educação, Eny Maia. A prefeita informou que está cadastrando universidades dos bairros para que elas façam o zoneamento regional, que servirá como base para a nova Lei do Zoneamento.De acordo com Marta, a queda de arrecadação verificada nesse início de ano - diminuiu de R$ 10,3 bilhões para R$ 9,4 bilhões a expectativa de arrecadação da Prefeitura - não vai trazer danos significativos aos investimentos. "A orientação é cortar o mínimo possível no que não for essencial", disse.A educação, área que sofrerá um corte de R$ 117 milhões, não será prejudicada, de acordo com a prefeita. "Os 20 Centros Educacionais Unificados (CEU) serão construídos ainda este ano. A educação terá os 31% do orçamento", ressaltou. A Prefeitura teve de rever a previsão de receita com uma queda de R$ 403 milhões. Além da educação, as áreas de saúde e transporte também terão menos recursos à disposição.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.