Marta espera que sindicato seja investigado "até o fim"

Em entrevista nesta segunda-feira à noite, a prefeita de São Paulo, Marta Suplicy (PT), disse que tinha conhecimento de irregularidades no Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Ônibus de São Paulo, denunciadas por um sindicalista que será ouvido pelo Ministério Público Estadual (MPE).O presidente do sindicato, Edvaldo Santiago Silva, está sendo acusado de receber propina. O sindicato está sendo investigado por uma força-tarefa integrada pelo Ministério Público Estadual, pelo Federal, por fiscais do Ministério do Trabalho e pela Polícia Federal. A prefeita afirmou ao programa Cidade Alerta, da TV Record: ?Nós sabíamos que estava acontecendo algo, tanto que encaminhamos várias denúncias ao Ministério Público".Sobre a possível greve dos motoristas que deveria acontecer nesta terça-feira, a prefeita disse que ouviu boatos, mas que os próprios trabalhadores devem estar sabendo o que aconteceu.A prefeita afirmou que espera que o Ministério Público aja de acordo com as denúncias feitas e investigue o caso até o fim, colocando na cadeia, se preciso for, os responsáveis.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.