Marta lança programa para criar empregos em São Paulo

A Prefeitura de São Paulo lançou nesta segunda-feira um programa social para estimular o crescimento da economia e criar empregos para a população de baixa renda. Trata-se do programa Desenvolvimento Local, cuja meta é criar 120 mil postos de trabalho até 2004. Na solenidade, com a presença da prefeita Marta Suplicy (PT) e do secretário do Trabalho, Desenvolvimento e Solidariedade, Marcio Pochmann, foi assinado um termo de parceria com 48 pessoas, entre empresários, representantes de trabalhadores e de universidades.Segundo Pochmann, o objetivo do grupo será discutir ações de desenvolvimento para 10 setores da economia envolvidos no projeto - entre eles alimentos, hoteleiro, ensino superior, madeira e móveis. "Apenas estes dez setores que assinaram são responsáveis por 1,2 milhão de postos de trabalho na cidade", disse o secretário.O grupo vai estudar como oferecer oportunidade para as pessoas desempregadas. A ação envolve incentivos para as empresas, como cursos de capacitação para os empresários, microcrédito e fornecimento de mão-de-obra que já passou pelos programas sociais em andamento na administração, como o renda mínima e o bolsa-trabalho. "Há a possibilidade, por exemplo, de uma aliança entre o setor de ensino e o setor moveleiro", disse o secretário.A parceria criaria condições para a pessoa aprender uma profissão e ser encaixada no mercado de trabalho. De acordo com Pochmann, o Desenvolvimento Local completa o ciclo de programas sociais do governo. "Primeiro houve os programas sociais, depois os de capacitação e agora o de desenvolvimento da economia", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.